Arquivo para junho \26\UTC 2009

sobre complementação

Nessas canções, um evento está intimamente ligado a outro, ele se torna condição de existência para o outro acontecimento.

“Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim, eu não existo sem você”

“Avião sem asa, fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-Piu sem Frajola
Sou eu assim sem você”

As duas letras falam sobre amor e distância, tendo como conseqüência a saudade. O ser amado está longe e se canta a impossibilidade de viver nestas condições. O sofrimento é decorrente da separação entre os amantes.

“Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor só é bem grande se for triste”

“Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo”

exemplos:

eu não existo sem você (tom jobim e vinícius de morais)

fico assim sem você (abdullah e caca moraes)

Anúncios